Mojo Pin

Sentou sozinho no escuro da varanda, pondo sobre o colo a última fotografia do casal.
Apenas a pequena claridade da ponta do cigarro acesso preso entre seus trêmulos dedos destros, reluzindo no gelo e no vidro de seu copo de matini seguro pela mão esquerda, poderia ser tido como sinal de iluminação.

Apertou com força seus olhos para segurar as lágrimas que teimavam em apontar.
Tragou com vontade o último Lucky Strike do maço amassado no bolso de trás de sua calça.
Mexeu o gelo sem pressa, sem querer.
Bebeu, de um só gole, sem sequer degustar.

Do bolso de seu paletó, o celular. Ela não atende. Ela não responde suas mensagens. Ela não liga de volta.

A casa está vazia agora.
Ele, tão vazio agora.
A garrafa outra vez… e o copo… já não mais vazio agora.
Pelo menos por enquanto.

Soluça no silêncio enquanto aperta contra o peito uma imagem num papel, cantando baixinho a única canção da qual consegue se lembrar ao pensar que até aquela manhã tudo era tão perfeito…

“Oh…if only you’d come back to me..
If you laid at my side…
Wouldn’t need no Mojo Pin
To keep me satisfied…”

2 Respostas to “Mojo Pin”

  1. duda Says:

    eugosteitantodessetexto :~

  2. Carina Says:

    Lindo, mas mto triste.
    Espero que seja um conto!

    e me lembrei da leeenda brother… kkkkkkkkkkkkk

    bjo Jorge!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: