Depois

Dias nublados, canções ensolaradas, viagens longas, frases curtas.

– Tá pensando em quê? – Ela me pergunta depois de alguns minutos de silêncio, olhos mirando o nada e cotovelos apoiados pouco acima dos joelhos.
– Oi? Ah… nada demais.

Calça jeans, mensagens de texto, o disco do Primary 5, dedos entrelaçados, analgésicos que não surtem efeito.

– Você tá meio distante…
Bobagem. São dois palmos, ela deitada, eu sentado.
– Não é nada, sério. Impressão sua.

Janelas abertas, a cortina se movendo devagar, sinal de brisa lá fora. Tomara que refresque. Tem feito muito calor por esses dias.
Nomes de cachorro, séries de tevê, rasuras no cartão-resposta de um concurso público para o qual não vou passar. A nova banda de uma antiga promessa a futuro grande compositor brasileiro, um copo de café, detalhes em
Vanilla Sky, perfumes, loções, vestidos e sapatos.

Olho para o lado e ela dorme. Peço um beijo e ela resmunga algo que não entendo. Toco seu braço, acaricio seu rosto, ajeito seu cabelo. A cubro com o lençol, beijo sua testa, pego minhas coisas e vou embora. Pensando em nada.

Uma resposta to “Depois”

  1. Daniel Barros Says:

    E depois??!?!?[rs]

    Bem bacana o texto cara!
    Anda sumido, mas pelo menos escreve coisas legais!
    uehauhaeuhueauheauh

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: