Archive for the ‘música’ Category

Besteira Acreditar

maio 7, 2008

Já circula por emails duas gravações prévias de músicas que farão parte do álbum Canções de Desassossego (ou Música Vulgar para Corações Surdos), disco de estréia da Harmada, banda nova de Manoel Magalhães (ex-Polar e ex-Columbia, e figura carimbada no meio independente carioca). As músicas Faça Por Mim e Besteira Acreditar são um prato cheio para fãs da fase mais orgânica do Radiohead (ou ainda Coldplay, Keane, etc). E a banda ainda promete toques de Smashing Pumpkins, uma versão em português para Lover, You Should’ve Come Over (Jeff Buckley), e a regravação de três faixas que estiveram presentes em A Mesma Pessoa no Mesmo Lugar, único ep da extinta Polar.

É esperar pra ouvir. E, por enquanto, a espera é embalada ao som da prévia de Besteira Acreditar.

“pensei em te ligar
dizer que volto a qualquer hora
mas perdi seu telefone
não entendo essa memória que me trai

perdão se deixei assim
o silêncio no seu quarto
ou motivo pra voltar

me diz se tudo é só distância
quem vai nos trazer de novo o chão?
e as luzes do meu bairro
parecem te chamar de volta
e é besteira acreditar no que dizem sobre nós
amor,
é bobagem…

pensei em te ligar
dizer que volto a qualquer hora
mas perdi seu telefone
não entendo essa memória que me trai

perdão se deixei assim
o silêncio no seu quarto
ou motivo pra voltar

me diz se tudo é só distância
quem vai nos trazer de novo o chão?
e as luzes do meu bairro
parecem te chamar de volta
e é besteira acreditar no que dizem sobre nós
amor,
é bobagem…

pra onde você vai?
quem te fez mudar de idéia e desistir de nós?
dizendo que a vida não é simples…
dizendo que me ouvir não faz sentido algum…
será que vale a pena acreditar?
esquece o que passamos pra viver aqui
ouvir o mundo agora é tão estranho
meu amor,
é bobagem…
é só bobagem…”

Gostou? Passa lá na comunidade da banda e deixe o seu email pra recebê-la.

Anúncios

Consoler Of The Lonely

março 24, 2008

Já está fácil de achar pela rede links para Consoler Of The Lonely, o novo álbum do The Raconteurs, que sai oficialmente amanhã.
Mais um ponto para Brendan Benson e Jack White. A união do cara que queria ser Paul McCartney com o cara que queria ser Robert Plant & Jimmy Page definitivamente funciona.

Ouvi uma parte do disco até agora e tá muito, muito legal.
Tem baixista. E o baterista sabe tocar. 😉

a pequena Cat Power brasileira

março 3, 2008

De uma hora pra outra todo mundo resolveu falar dessa garota. Ela tem 15 anos, gosta de Dylan, de Vanguart, Johnny Cash e Belle & Sebastian, e, mais do que natural pra alguém com esse gosto musical, não gosta de pessoas da sua idade.
Mallu Magalhães tem muito o que aprender ainda, é fato. Mas tem futuro.
Finalmente um hype que vale a pena. =]

[ ]

janeiro 18, 2008

O show de lançamento do cd da Columbia ontem, como eu já suspeitava, foi beeem bacana. Bom som, bom repertório (músicas do cd + covers para Yellow, do Coldplay, Champagne Supernova, do Oasis, e Santa Chuva, composta pelo Marcelo Camelo e gravada pela Maria Rita – valorizada numa versão com a cara da banda) e casa lotada.
Casa lotada, aliás, quase foi problema…
A Lu tinha deixado pra comprar o convite na hora do show, mas pouco antes de chegarmos lá, ficamos sabendo que as entradas estavam esgotadas. Mas foi tudo bem. Por fim ela conseguiu uma credencial e entrou como minha fotógrafa (e até que, de umas 30 tentativas, umas 5 fotos ficaram bem legais… rs).

Estou com o cd em mãos e pretendo resenhá-lo nos próximos dias. Assim que o texto sair, aviso por aqui.
***

Voltei com o esquecido wilcoetc. Aquele mesmo esquema de antes: de tempos em tempos posto alguma coisa relacionada à alt-country, folk e congêneres por lá.

Melhores do ano – Scream & Yell

janeiro 15, 2008

Sairam as listas de melhores do ano segundo o Scream & Yell. Depois dê uma passada lá pra conferir.
Os top 7 são resultado da opinião de 91 vontantes, incluindo a minha.
***

E a boa dessa semana? Quinta-feira lá no Oi Futuro, lançamento do cd da Columbia. =]

mono.tune

janeiro 10, 2008

Recebi aqui em casa o cd The worst day with the best person, do mono.tune. Belos violões, boas guitarras, baterias programadas, arranjos e melodias vocais que passeiam entre Radiohead (fase OK Computer e The Bends) e Elliott Smith são receita para uma banda de potencial.
Felipe Sanchez
Inicialmente uma one man band, projeto de Filipe Consoline (guitarrista e vocalista, responsável por compor, produzir e gravar as 9 canções do cd), o mono.tune veio a se tornar banda com a adição do baixista Ravi e do guitarrista Pedro Machado (nas apresentações ao vivo, as baterias também ficam por conta de programações).

Em The worst day with the best person, pelo menos quatro canções merecem atenção. Pela ordem: Poor Heart And It Troubles, Once and Again, Know End LostLove (minha favorita) e Getting Alone.

Tá aí uma banda que merece ser ouvida.

o que você não quis dizer

dezembro 28, 2007

conheça o novo site da columbia

Cum On! Feel The Tocantinoise

novembro 29, 2007

Está em São Paulo e quer algo para fazer hoje de noite? A boa é essa aqui, ó:

Sabe a proposta dos MOJO Books em que discos são recontados na forma de livros? Pois essa semana foi o lançamento do MOJO Cum On! Feel The Tocantinoise, de Sebastião Estiva, recontado por… Sebastião Estiva! Então quem melhor para tocar na festa de lançamento do livro do que o próprio Sebastião Estiva?!

Vi o vídeo preparado para abrir a apresentação, e só por ele, vai por mim, eu não perderia esse show se estivesse por esses lados.

Blips & Blops

novembro 28, 2007

Carlos Eduardo Lima, jornalista, autor do livro Vestido de Flor e, como ele mesmo gosta de se definir, fã de “silly love songs há muito, muito tempo”, pede pra avisar que está voltando com a coluna Blips & Blops lá no site da Rock Press.
De cara, um texto que trás considerações sobre o retorno do The Police (no embalo da apresentação que a banda fará no Maracanã), e sobre quem são os leitores de matérias sobre música pop (e é aí que CEL mostra a razão de ter minha admiração).
Uma prova:

(…) Quem é você? Qual a sua relação com a música? O que você espera dela? Parece que chegamos a uma encruzilhada no Brasil (e no mundo, claro) quando o assunto é leitor de matérias sobre música pop: ou o cara é um indie chato, pretensioso, metido a saber tudo, turbinado pela conexão de banda larga que o pai, fã de Roberto Carlos e Alcione, paga em casa, ou é aquele protótipo do “roqueiro”, que as emissoras de televisão gostam tanto de falar sobre, quando o assunto é manchetes de consumo de drogas ou alguma arruaça.
(…) Ou o sujeito ouve NX Zero e Pitty ou ele ouve Suburban Kids With Biblical Names (banda sueca de extra-ultra low-fi). Cadê o meio-termo? Cadê a noção de que o novo não é recente e sim inédito?(…)


Leia o texto na íntregra que é melhor.

Anteluz

novembro 27, 2007


Sabe a Alice? Não a personagem do Lewis Carroll, a banda carioca sobre a qual já gastei algumas linhas nesse blog algumas vezes, e tive um texto no qual dissecava toda a trajetória até o lançamento de Ruído, seu trabalho mais recente, publicado no Speculum.
Pois agora você tem mais uma chance de conhecer o trabalho do grupo: Anteluz, disco lançado em 2005, foi remixado e remasterizado e está novamente disponível para download na página da banda no site da Trama Virtual.
Gosto muuuito das três primeiras faixas.